19 agosto 2015

Resenha do Livro: "Nada Dura Para Sempre"

Olá pessoal!

Perdoem-me a ausência... :|
É meu último período na Graduação e o com o TCC em andamento... está tudo uma loucura! Rs

Bom, eu queria falar aqui com vocês um pouco do livro que eu li nessas férias. : )

Embora tenha recebido diversas sugestões da minha prima, acabei me interessando por um autor não tão famoso atualmente. 
O livro que "me" escolheu foi "Nada Dura Para Sempre", de Sidney Sheldon.


Mas eu preciso avisar para quem tiver interesse em embarcar nesse livro: É uma história bem adulta, com citações de cunho sexual e cenas violentas. Quem se deixa levar pela história, acaba sendo pego no meio de um vendaval de emoções e situações perturbadoras...

Não é algo que você deixa de ler por achar apelativa e exagerada. Essas cenas surgem porque são necessárias e todas as citações tem seu devido lugar. Você só precisa se preparar antes. Rs

Bom, vamos lá! 
 Kate Hunter, Betty Taft (chamada sempre no livro como Honey) e Paige Taylor são as únicas mulheres em um grupo de médicos residentes do Hospital Embarcadero, em São Francisco. 
Além de trabalharem juntas, elas dividem o mesmo apartamento e passam por situações, no mínimo, incomuns. Uma, por pouco não provoca a interdição do Hospital, a outra mata um paciente em troca de 1 milhão de dólares e a outra é assassinada. Oi?? rsrsrs

Calma, calma!! rsrsrsrs
Gente, isso não é spoiler e não estou contando o final... Faz parte da narração inicial e no desenvolvimento. O final é bem mais surpreendente e todos os detalhes são comentados e interligados no decorrer da história. 
É assim mesmo com os livros de Sidney Sheldon, hein!?

O que vemos em outros livros apenas no final, aqui pegamos tudo no início. Ele quer ver todos desesperados para entender o que aconteceu. E ele consegue, em cada página, prender sua atenção para mais e mais, você ir se aprofundando nisso. É viciante!

O que gosto nos livros desse autor é simplesmente isso: a realidade retratada, despida de floreios e bordões clássicos e que é tão pouco conhecida e divulgada... 

As histórias dele dificilmente te farão chorar de emoção ou de desejar para si que aquela situação aconteça com você (as coisas boas, claro). Porque tem muito desapego, muito sacrifício envolvido e nem tudo acaba bem...

Eu indico a vocês conhecer a história da Kat, Honey e Paige para conhecer os desafios que a profissão de medicina envolve. 
Como as únicas médicas no grupo de residentes, elas enfrentam muito assédio por parte dos outros médicos, há preconceito por parte dos pacientes também e o peso da responsabilidade de ter a vida de outras pessoas em suas mãos, enquanto tenta viver sua própria vida e arcar com as consequências de suas escolhas.

 Me falem depois como foi a experiência de vocês. Vai ser bom ter outros pontos de vista ;)

Até a próxima.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoro saber o que você achou, então não esqueça de deixar sua opnião.
Bjinhosss